Untitled Document
FlexSlider 2
megamenu.js | Last responsive megamenu you'll ever need
jQuery Devrama Slider Demo
Prefeito e empresários recebem diretor da Petrocity em Pedro Leopoldo
Prefeito e empresários recebem diretor da Petrocity em Pedro Leopoldo
Da Redação
Publicada 24/10/2019

O presidente da Petrocity, José Roberto Barbosa, empresário que pretende construir uma ferrovia que ligará o Espírito Santo a Minas Gerais, esteve em Pedro Leopoldo nesta quarta-feira (23), a convite do Prefeito Cristiano Marião, para falar do Projeto Petrocity. Na ocasião José Roberto apresentou detalhes do empreendimento que mais gera expectativa para alavancar a economia do Espírito Santo e da Região Norte de Belo Horizonte. Outros apontamentos sobre o projeto serão detalhados em Audiência Pública no Lanagro, no próximo dia 12 de novembro.


Participaram da reunião empresários, imprensa, representantes comerciais da região e vereadores, entre outros. Na oportunidade o Prefeito Marião solicitou ao Diretor da Petrocity a inserção de Pedro Leopoldo no projeto que envolve a construção de um porto seco no Aeroporto de Confins, além de investimentos para ligar a BR 040 à MG 424 e da Ferrovia ES/MG, ampliando o setor logístico e a geração de empregos na cidade.

Através de minuciosas pesquisas no seguimento logístico internacional, os profissionais envolvidos no desenvolvimento do projeto buscaram identificar a melhor solução para atender as diferentes demandas das regiões norte e noroeste do Esprito Santo, sul da Bahia e leste e centro de Minas Gerais. Além de estruturas modernas e inteligentes, o sistema logístico propiciará a necessária redução de custos finais na movimentação e armazenamento de cargas de forma dinâmica e segura. A EFMES – Estrada de Ferro Minas Espírito Santo, contará com as melhores referências de modernidade e eficiência, desenvolvida com base nas principais premissas de segurança, mobilidade e integração de modais de carga. O traçado definido ligará o principal setor produtivo do país, garantindo a solução para a demanda reprimida de cargas existentes nestas regiões.

Considerado um marco da nova história econômica das regiões Norte e Noroeste do Espírito Santo, com impacto sobre Minas Gerais e Sul da Bahia, a expectativa é que os primeiros empregos relacionados ao projeto comecem a ser gerados a partir de janeiro de 2020, quando está previsto o início das obras de construção civil associadas ao complexo portuário. A ferrovia, que é um projeto mais recente, será concluída posteriormente.

Benefícios para Pedro Leopoldo

Para o Prefeito Cristiano Marião, um investimento desse porte traz uma enorme expectativa de crescimento e escoamento de produção, não só para o Espírito Santo, mas também para toda Minas Gerais, inclusive, Pedro Leopoldo. “Estou participando das ações envolvendo esse projeto, buscando desenvolvimento para Pedro Leopoldo, pois este projeto irá impulsionar a economia mineira. É um empreendimento gigantesco, com grandes reflexos em Minas Gerais, através dos modais rodoviários e ferroviários, este, na qual PL se insere. Nosso objetivo é incluir Pedro Leopoldo neste contexto, sobretudo com a Ferrovia Petrocity que beneficia diretamente nossa cidade”, avaliou.

O diretor da Petrocity recebeu de forma bastante positiva as solicitações do Prefeito Marião, prometeu inserir cimento com uma das cargas principais do projeto e ainda garantiu a qualificação e geração de empregos para moradores de Pedro Leopoldo. “A ferrovia não virá para atender o mercado de minério de ferro, mas de produtos diversos. Para beneficiar Pedro Leopoldo, vou incluir cimento na categoria de cargas principais. A nova ferrovia terá 553 km e estão planejadas sete Unidades de Transbordo e Armazenagem de Cargas (Utacs), uma delas sendo pleiteada por Pedro Leopoldo de forma muito coerente e substancial. Nosso objetivo não é sermos detentores das Utacs, mas abrir para que os empresários da região possam montar um consórcio para administração destas unidades. Com estes portos e ferrovias, teremos o maior plataforma logística do Brasil, da qual Minas Gerais passa a ser o maior beneficiário”, disse José Roberto.

Sobre a geração de empregos para PL, através do Programa Petrocity Social, a Petrocity Portos S.A. vai capacitar pessoas em cursos tecnológicos de ponta nas áreas de operação de porto e de ferrovia. “Nosso programa será a maior referência em formação tecnológica, privada e gratuita, do Estado. Nosso objetivo é a formação de profissionais não apenas para trabalhar no porto e na Ferrovia, mas também em empresas do Norte e Noroeste, Sul da Bahia e Leste de Minas Gerais. O Prefeito Marião irá me enviar a proposta de inserção dos pedroleopoldenses e as pessoas selecionadas já podem começar o curso em janeiro”, disse José Roberto.

Audiência Pública na Câmara

Agora o Prefeito Marião irá participar também da Audiência Pública sobre a Petrocity em Pedro Leopoldo. O importante debate será no dia 12 de novembro, no Auditório do Lanagro, através da iniciativa do Prefeito Marião e do Presidente do Legislativo, o vereador Paulinho da Farmácia.  “A Câmara e a Prefeitura tiveram a grandeza desta reunião e iremos estendê-la para o dia 12, no Lanagro, quando receberemos todos para a grande Audiência Pública sobre este assunto. É de suma importância debater com representantes da Petrocity sobre a construção da Ferrovia entre os municípios de São Mateus e Sete Lagoas. Tanto a ferrovia quanto o porto são grandes oportunidades de retomada do crescimento de diversas cidades, incluindo Pedro Leopoldo, impactando diretamente na arrecadação de cada município e gerando um leque de negócios e empregos. Vamos realizar esta audiência com foco na visão de futuro e reafirmando nosso compromisso com a cidade. São empreendimentos que vêm quebrar barreiras, trazendo geração de renda, emprego e independência financeira dos municípios envolvidos”, disse.

O diretor da Petrocity confirmou sua presença na Audiência, quando irá detalhar o projeto. “Quero agradecer ao Prefeito Marião e ao Paulinho da Farmácia pelo convite para este encontro e para a audiência, quando faremos a apresentação efetiva do projeto. Nosso maior objetivo é trazer o Atlântico em definitivo para Minas Gerais, através de interiorização e integração do modais do Porto de São Mateus, Estrada de Ferro Espírito Santo/Minas Gerais e as Utacs disponibilizadas desde São Mateus até Sete Lagoas, chegando até o Aeroporto de Confins. Uma integração que poderá efetivamente aumentar e melhorar a distribuição de renda e a qualidade de vida dos habitantes e do município da região impactada”, concluiu.

Marião agradeceu a valiosa presença de José Roberto e reforçou o convite para a Audiência. “Espero que a sociedade compareça à audiência porque iremos falar de uma estrutura econômica que pode ser a redenção das finanças de Minas Gerais, pelo corredor de negócios internacionais que vai criar. Pedro Leopoldo tem muito a ganhar e vamos até o fim para inserir nossa cidade nos benefícios desse projeto”, finalizou.

A audiência será conduzida por Paulinho da Farmácia e acontece no próximo dia 12, terça-feira, às 18 horas, no Auditório do LFDA - Laboratório Federal de Defesa Agropecuária (LANAGRO), à Avenida Doutor Rômulo Joviano, s/nº.

 Documento sem título
Documento sem título
Documento sem título
Buscas
jQuery Devrama Slider Demo